Visita de Estudo ao Parlamento Europeu

A Bélgica é conhecida pelos chocolates, pela cerveja, pelas batatas fritas e pela banda desenhada. Mais recentemente passou a ser lembrada também, e em concreto a sua capital, Bruxelas, como o centro nevrálgico de uma Europa Unida, ou não fosse a cidade de acolhimento das principais estruturas decisórias da União Europeia. Visitá-la, conhecer os recantos à União que todos os dias nos entra pela casa adentro nos noticiários televisivos e nas notícias de jornal é um desafio para todos os alunos, mais o é para aqueles que, no ensino secundário, estudam História e se deixam seduzir pelas suas questões maiores.

Ora, foi neste contexto que os professores Joaquim Gomes, João Oliveira e Jorge Pimenta aceitaram com muito agrado o convite da Eurodeputada Isabel Carvalhais para acompanhar 10 alunos do 11.º ano, turma B, de Línguas e Humanidades, a Bruxelas, ao longo de três dias, para uma visita ao Parlamento Europeu.

A jornada decorreu entre 24 e 26 de janeiro e, embora o primeiro e o último dia tivessem sido despendidos numa longa viagem entre Porto-Lisboa-Bruxelas com regresso na lógica inversa, a verdade é que o dia 25 acabou sendo muito preenchido e bem passado.

O facto de termos ficado (muito bem) hospedados no centro da cidade permitiu-nos, na noite de 24, percorrer a pé os lugares mais emblemáticos de Bruxelas, de que é exemplo maior a Grand Place, o que permitiu libertar o dia seguinte para outras atividades: Parlamento Europeu e visita à pequena Veneza do Norte: Gent.

Efetivamente, durante o período da manhã, o grupo visitou o Parlamento Europeu tendo tido a oportunidade de ficar a conhecer algumas das suas singularidades, designadamente como se organizam as bancadas parlamentares, qual o lugar dos mais destacados quadros da EU no hemiciclo, como Von der Leyen, como se processa o mecanismo de tradução e interpretação simultânea durante os debates, entre outros. Já numa sala à parte, foi possível conversar com a Eurodeputada Isabel Carvalhais que foi desvelando as funções que estão adstritas aos parlamentares, o que distingue e como se articulam os diferentes órgãos europeus (Conselho Europeu, Comissão Europeia e Parlamento Europeu), a importância da União Europeia no reforço das diferentes identidades nacionais e da própria cidadania europeia, em particular para os jovens. Neste contexto, as mobilidades Erasmus ganharam um destaque particular.

O almoço foi oferecido pela parlamentar num restaurante tradicional de Bruxelas tendo a tarde sido passada na visita ao Palácio Real de Bruxelas e à pequena e bela cidade de Gent.


O tempo psicológico, embora seja uma mera sensação, acaba tendo, por vezes, um impacto mais físico no ser humano do que o próprio tempo cronológico. Se dúvidas existissem, basta convocar esta viagem a Bruxelas para o entender, pois os três dias de jornada passaram com a rapidez de um foguete e nem o facto de termos viajado de avião justifica a sensação de tempo corrido, muito corrido, tão corrido como todas as coisas que acontecem na brevidade do instante mas que acabam por se eternizar perdurar na memória de cada um.

A Equipa Organizadora

Comments are closed.
Fevereiro 2024
S T Q Q S S D
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
26272829  
Contactos
Entre em contacto connosco!
  • Rua das Fontaínhas, nº175 4775-263 Viatodos-Barcelos
  • 252960200/933407151
  • agrupamentoviatodos@gmail.com